Um pensamento sobre meu coração (ainda) partido

tumblr_oogz6ix8xP1uwrap4o1_500
“Você realmente fodeu comigo. Obrigada, obrigada, obrigada.” / Reprodução: Tumblr

Eu odeio o fato de nunca estar preparada quando se trata de você.

Odeio que toda a minha auto-estima e confiança simplesmente descem pelo ralo enquanto penso no porque de você ter me deixado. Tão só, tão vulnerável. Tão digna de pena.

Odeio que a minha história muitas vezes se resuma a pensar nas nossas noites, nos nossos encontros, nas suas piadas e nos nossos beijos.

Odeio nunca ter podido chamar alguém de lar e ter depositado todas as minhas expectativas em cima de uma pessoa que não teve a menor capacidade de não destruir meu coração. Você estava com a faca e o queijo na mão. Você me teve inteira, plena, completamente sua. E jogou fora.

Lembro bem daquela nossa conversa quando resolvemos terminar aquilo que jamais deveria ter começado. “Eu também te amo”, você disse. “Eu não quero sair da sua vida.”

Olhando pra trás, eu devia ter sabido na época que isso era apenas mais uma das suas piadas bobas que eu me contorcia de rir.

Mas essa não teve a menor graça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s